O sal e o cristão

19/12/2012 00:22

O sal e o cristão

Mat. 5:13 Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens.

Jesus fez uma afirmativa categôrica; vós sois o sal da terra.

Para entender esta afirmação devemos conhecer então esta boa substância.

Sal: Substância formada pela evaporação da água do mar ou de lago de água salgada.

Nome científico Cloreto de sódio vulgarmente conhecido como "sal comum" ou "sal da cozinha", por ser largamente utilizado na alimentação humana e em outros fins.

Há vários tipos de sais, como: Acetatos, carbonatos, cianetos, sulfetos, nitritos etc.

Mas, o sal que Jesus se referiu foi... Cloreto de sódio. Sal comum.

Para começar podemos ver que o sal surge da água junto ao movimento do ar, ( vento ) após um grande aquecimento resultante de um processo chamado evaporação. Tudo isso de forma natural e dentro da vontade do produtor. (Deus)

Com o crente também não é diferente, o processo é o mesmo.

Vejamos:

Ele nasce da Palavra. (Fig. Água.

Ef. 5: 26. Heb.10:22). 1° Pe. 1:23 Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.

 

Do Espírito Santo. (Fig. Vento. Cant. 4:16 ). Jo. 3:5. Jesus disse: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

Fervor de fé. (Processo Divino. Ef. 2:8). Quando pecador, fomos movido pelo Espírito mediante a fé na Palavra que resultou no nascimento Cristão. (O sal da terra). Ro.10:17 De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

O sal tem tudo haver com o Cristão, até mesmo sua formação é bem parecida.

Vejamos algumas finalidade, desse maravilhoso produto, fabricado por Deus...

 

Temperador: Que tempera; moderador. sm. Aquele que tempera.

O sal dá sabor. Quando não há sal os alimentos não tem sabor fica completamente sem tempero, e o mais enteressante, os alimentos é que pegam o seu sabor, e não o contrário.

O propósito do sal não é receber o sabor dos alimentos e sim dá sabor. Ele não é como o chuchu que vive pegando o sabor das coisas que estão ao seu redor, o cristão nesta terra é para dá sabor a vida das pessoas, conduzindo-as as boas obras e a salvação. Col. 4: 5.6 Andai com sabedoria para com os que estão de fora, remindo o tempo.

A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um.

Pessoas que confessam a fé e vivem ao sabor dessa gente, sem contagiar com o seu tempero santo, será pisado e zombado pelos homens. Cuidado cumpra o seu papel. Você é sal temperador.

Conservador: O que conserva

O sal é um conservante natural desde da antiguidade, porque ele inibe o crescimento bacteriano em muitos alimentos. Dessa forma conserva os alimentos, abaixando a quantidade de moléculas "livres" de água existentes nos alimentos; já que bactérias necessitam de vapor de água para prosperar, sem água "livre" suficiente, elas não podem crescer bem em alimentos que contenham sal.

A moral, a ética e os bons costume ainda não foram exterminados definitivamente nos lares pelo fato de verdadeiros cristãos estarem em plena ação conservadora.

Promiscuidade, lascividade, prostituição e violência tem se proliferado de forma absurda por muitos meios.

Se o sal for insolso com que há de salgar? O cristão como o sal, é combatedor dessas bactérias comprometedoras do bons costume.

Ser de Deus é conservar o bom e elimina o ruim. Seja sal seja conservador.

Curador ou medicinal: Aquilo que cura, aquilo que serve de remédio.

O sal tem propriedade curativa ( o sal marinho) é um produto benéfico, composto por nutrientes primários, entre eles o iodo natural das algas marinhas microscópicas presentes no sal. O sal marinho contribui para o para bom funcionamento da glândula tireóide se usado em quantidades normais, como também para reposição mineral do organismo. Além de agir como anti-micótico, anti-bacterícida e por ser composto de iônico também é usado no banho para descarrego de energia obtido de aparelhos elétrico, agindo como relaxante e equilibrador de energia corpórea.

Como o sal da terra, temos também potencial para curar, Jesus disse:

Mc 16:17 E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios... ( Agente negativo desequilibrador espiritual )

18... e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão.

Levar a Palavra de Deus aos necessitados já é um grande e único remédio capaz de curar a alma e o físico humano.

Somos da Palavra, vinhemos dEla e com Ela faremos grandes proezas para glória de Deus.

Algumas características do sal:

Acessividade: O sal é um produto que se pode ver e encontrar em qualquer país do mundo. Todos podem ter acesso a esse produto.

Com o Cristão não é diferente, Deus estar espalhando seu povo na terra, para que todos tenham acesso ao cristianismo e sejam salvos. At. 1: 8. E ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.

hoje já se pode ter acesso ao "sal" cristianismo, em qualquer lugar do mundo, tudo pela evolução tecnológica, e o bom que o efeito da essência deste "produto" Cristão é imediato, basta ter contato.

De pouco valor: O sal é um produto muito barato no mercado, custando apenas alguns centavos por kilo. "Pelo meno aqui na minha região é assim".

Podemos ver que esse produto tem grande significado para mundo, mais custa menos que um kilo de farinha de mandioca, com poucas finalidades na vida. ( Isso não é um protesto e sim um estudo. Ok! ).

Vejamos então que o valor do sal não condiz com a sua importancia, e que o preço de algo valoriza ou expressa reconhecimento. Exemplo: O sangue de Jesus foi o preço pago pelo alma do ser humano. "Valor e reconhecimento" é expressado com esse preço. 1º Cor.6:20 Porque fostes comprados por bom preço...

Como o sal é produto da natureza, e Deus é o produtor, só Ele reconhece bem o seu produto e seu valor.

Assim é com o cristão, ele tem valor e importancia para o mundo, com tudo, não tem sido reconhecido e nem é valorizado pelo mesmo. Somos rebaixados e desvalorizados, e isso vem desde os tempos primordios. Jesus disse: Luc. 21:17 E de todos sereis odiados por causa do meu nome.

Conclusão:

O sal tem tudo haver conosco, e tudo que estar na Bíblia tem grande sentido, afinal Deus é conhecedor de tudo, e não foi atoa que Ele disse...Vós sois o sal da terra.

Somos o sal da terra, temos valor para Deus, nosso criador, e grande importancia para essa terra, mesmo sem nenhum reconhecimento.

Contudo o importante é, cumprir nosso papel de sal. "Seja sal".

Autor: Pr. Sivanildo Torquato Teixeira.

Enquete

Te ajudou ?

Sim (16)
100%

Não (0)
0%

Total de votos: 16